ONDE COMEÇA A MUDANÇA

Na Oficina Global, inspiramo-nos todos os dias no trabalho de um conjunto de pensadores, ativistas e autores que trabalharam e trabalham os mais variados temas de desenvolvimento global. Duncan Green, Conselheiro Estratégico da Oxfam, professor de Desenvolvimento Internacional na London School of Economics e autor de um dos blogues sobre temas de desenvolvimento e ativismo que seguimos atentamente (From Poverty to Power), é um dos ativistas-autores que mais nos marcaram e que continuam a inspirar-nos.

O livro Onde Começa a Mudança (How Change Happens, no título original) é para nós leitura obrigatória para todos os que procuram transformar o mundo, sejam eles ativistas, membros do governo e administração pública, intelectuais, empreendedores, cidadãos. Green usa exemplos e estudos de caso de ativistas e organizações de todo o mundo para descrever os processos que levaram a determinadas mudanças sociais. Através de uma perspetiva que põe em evidência questões sistémicas e relacionadas com o poder, o autor acaba por escrever um livro que é também um guia prático para a mudança.

A Oficina Global traduziu o livro para português, com o título Onde Começa a Mudança. A versão portuguesa conta com uma introdução de Clara Raposo, Presidente do ISEG-ULisboa, e um prefácio de Katia Maia, Diretora Executiva da Oxfam Brasil, e de Iara Pietricovsky, Membro do Colegiado de Gestão do INESC. Podes fazer download gratuito aqui.

Do prefácio, escrito pelo economista Ha-Joon Chang:

Apesar de uma grande parte da história humana ter consistido na tentativa de criar realidades diferentes, não compreendemos muito bem o processo de mudança social.

É verdade que temos grandes narrativas históricas que descrevem as mudanças sociais como o resultado de interações entre forças tecnológicas e instituições económicas, como os direitos de propriedade; o marxismo é o melhor exemplo disto. Sabemos bastante sobre a forma como a sociedade se transforma devido a alterações nas instituições político-legais, como o sistema judicial ou os acordos comerciais internacionais. Temos descrições interessantes e detalhadas sobre como certos indivíduos ou grupos — sejam eles líderes políticos, líderes empresariais, sindicatos ou grupos de base — conseguiram concretizar visões que inicialmente poucos achavam realistas.

Contudo, ainda não temos uma boa teoria sobre como todos estes elementos se conjugam para gerar mudança social. Colocando a questão de forma um pouco mais dramática, se alguém quisesse saber como poderia mudar certos aspetos da comunidade, do país ou do mundo em que vive, teria grandes dificuldades em encontrar um guia satisfatório.

É esta lacuna que vem preencher Duncan Green, o ativista veterano do desenvolvimento e justiça social, com o livro How Change Happens, um guia prático inovador e emocionante sobre como — não sejamos redutores — mudar o mundo.

Capa Final

Faz aqui download gratuito do livro em português.

SUBSCREVE A NOSSA NEWSLETTER

Não deixes que te escape nada

SOBRE NÓS

Vivemos tempos de profunda transformação à escala global. Os sinais de mudança, positivos e negativos, manifestam-se todos os dias, à nossa volta, perto e longe, em todas as áreas de atividade social, económica e política.

Nesta mudança participam pessoas, estados, organizações da sociedade civil, empresas, fundações e organizações multilaterais em todo o mundo, que trazem consigo capacidades, recursos e inovações, transformando sistemas de desenvolvimento de dentro para fora e de fora para dentro.

Acreditamos que está na altura de participarmos mais ativamente nesta mudança, abrindo espaço para a reflexão e diálogo, em língua portuguesa, sobre inovação e transformação global. Para nós, o desenvolvimento não é um projeto linear com um resultado final bem definido. Entendemo-lo como mudança positiva, como propôs Robert Chambers, o que nos permite refletir sobre o desenvolvimento que queremos, de quem, para quem. Subscrevemos os princípios do Manifesto para uma Prática de Desenvolvimento Diferente (Doing Development Differently), porque acreditamos que o desenvolvimento é um processo mais complexo do que o discurso generalizado sobre a “coerência das políticas” ou as boas práticas sugere, feito de vencedores e perdedores. Na Oficina Global, o diálogo no espaço público (cívico no sentido político do termo) tem uma importância central.

A Oficina Global é uma iniciativa do Mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional do ISEG (Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa) e do CEsA (Centro de Estudos sobre África e Desenvolvimento do ISEG), que tem o objetivo de reforçar o papel da Universidade como ponto de encontro e recurso para todos estes atores que estão a trabalhar sobre e para a mudança no desenvolvimento global.

Temos as portas abertas. Esperamos que se juntem a nós. Em conjunto, faremos mais e melhores perguntas sobre este momento de mudança em que vivemos. Refletiremos sobre mais e melhores respostas a esses problemas. E, como em todas as oficinas, criaremos soluções.

PARCEIROS DA OFICINA GLOBAL

Plataforma Portuguesa das ONGD-1